NOSSA HISTÓRIA

A origem da Gebana remete ao início dos anos 70, quando um grupo de mulheres começaram a questionar publicamente as estruturas tradicionais e exploradoras do comércio de bananas na Suíça.

 

A partir da década de 1980, o grupo de mulheres liderado por Ursula Brunner nomeou-se o "Arbeitsgemeinschaft GErechter BANAnenhandel" (Grupo de Trabalho para um Comércio Justo de Banana) - ou Gebana, abreviadamente.

 

 

Comercialmente, as atividades da Gebana só tiveram início em 1998, com o objetivo era vincular valores sociais e ecológicos à sustentabilidade econômica e estabelecer cadeias de fornecimento sustentáveis para alimentos.

 

Em 2003, a Gebana começou a vender seus produtos do sul via mala direta e abriu a primeira loja virtual orgânica e de comércio justo na Suíça.

Após passar por uma grande crise em 2009, quando contou com o apoio de seus milhares de clientes, colegas, fornecedores, parceiros e investidores, a Gebana se redefiniu em 2015 como uma rede de agricultores, clientes e parceiros que oferece produtos sustentáveis de primeira classe. O objetivo dessa rede é criar acesso ao mercado para produtores em regiões desfavorecidas.

 

Em 2002 no Brasil, a empresa escolheu a cidade de Capanema, localizada no sudoeste do Paraná para sediar sua filial, gerando apoio às famílias de agricultores formando assim a Gebana Brasil.

 

Após 10 anos no país, a Gebana Brasil assume o papel ativo na geração de sistemas de produção orgânica, criando uma ampla rede de pesquisa e extensão na área com parceiros públicos e privados, tendo como centro do processo os agricultores.

Este ano a empresa prepara o lançamento de uma loja virtual para a Gebana Brasil, similar ao já realizado na Suíça, aproxima agricultores e consumidores de Brasil, de forma dinâmica e acessível a todos.

 

Leia a história completa.